Desafio 21 dias para repensar sua carreira

Desafio 21 dias para repensar sua carreira

Há poucas semanas concluí um trabalho com 450 pessoas que toparam o desafio de repensar suas carreiras durante 21 dias, e
Read More
Você sabe o que é coaching? Isso funciona mesmo? O que acontece em uma sessão?

Você sabe o que é coaching? Isso funciona mesmo? O que acontece em uma sessão?

Quem já passeou aqui no meu site deve ter visto que tem uma sessão de FAQ, onde eu posto as perguntas que
Read More
10 dicas para você alcançar seus objetivos de ano novo – ainda esse ano!

10 dicas para você alcançar seus objetivos de ano novo – ainda esse ano!

Uau! Já está vendendo panetone no supermercado, mas ainda estamos em setembro! Pera, setembro... Ah não, não acredito que não
Read More
8 cursos para empreendedores não convencionais

8 cursos para empreendedores não convencionais

Cada vez mais percebemos que as formações tradicionais não vão nos dar as respostas para lidar com as dificuldades da
Read More
25 pequenas coisas que consegui mudar na minha vida quando saí do mundo corporativo

25 pequenas coisas que consegui mudar na minha vida quando saí do mundo corporativo

1. Hidratar meu cabelo em casa toda semana 2. Não ficar com vontade de chorar no domingo à noite 3. Não acordar mais
Read More
10 dicas para mudar de carreira sem dinheiro

10 dicas para mudar de carreira sem dinheiro

Dinheiro é a maior dificuldade de 9 entre 10 pessoas que querem mudar de carreira. Mas existem diversas possibilidades que podem ser consideradas por quem quer mudar de carreira mesmo sem grana.

1) Fazer algo na sua área atual que te aproxime do que você quer. Pense em como pode usar as suas habilidades atuais a serviço da área nova. Se você é administrador e quer migrar para a psicologia, por exemplo, pode começar atuando como coach. Quando o coaching te permitir sair do mundo corporativo, você terá tempo e dinheiro para fazer a faculdade de psicologia.
2) Fazer várias coisas em paralelo. Assim, cada projeto pode te dar um pouco de dinheiro, e a soma dos rendimentos com cada projeto te dá o que você precisa pra viver. Médicos fazem isso, trabalham no centro cirúrgico alguns dias, no consultório, no pronto-socorro, em dias e horários diferentes.
3) Começar fazendo a atividade nas horas vagas. Você pode oferecer o seu produto para as pessoas próximas ou mesmo para estabelecimentos próximos da sua casa.
4) Permanecer na sua área atual como freelancer part-time e se dedicar ao que você quer fazer no resto do tempo. É uma alternativa mais arriscada, já que presume que você sairá da sua área atual antes de ter ganhos relevantes na área nova. Mas pode ser uma saída quando você trabalha em uma empresa 16 horas por dia e dificilmente conseguirá mudar de área se ficar no mesmo lugar.
5) Começar na internet, já que as atividades na internet normalmente não exigem horário fixo. Você pode usa-la para vender ou somente para divulgar o seu trabalho. Faça um site, blog, páginas nas redes sociais, utilize os grupos do Facebook para divulgar seu trabalho.
6) Aceitar um trabalho que pague menos na área que você quer. Você terá uma queda no padrão de vida por um período, mas será ótimo para ganhar conhecimento, experiência e fazer contatos, e pode acelerar o seu crescimento na nova área. Pense em quanto tempo você demorou para ganhar o seu salário na área atual, não é razoável querer começar em outra área ganhando a mesma coisa não é mesmo?
7) Cogitar dar aulas do que você sabe fazer, ainda que só por um tempo. Você pode lançar um curso online e criar uma página para divulgar, ou procurar alguma instituição para dar aulas. Isso é comum no meio da fotografia, fotógrafos dão aula em escolas de fotografia ou universidades para obter uma renda fixa.
8) Se você pensa em produzir um produto, faça pequenas quantidades (o que você consegue fazer no seu tempo livre sem enlouquecer) e tente vender no comércio próximo da sua casa, ou mesmo para as pessoas conhecidas. Isso ajuda a testar a receptividade do mercado ao seu produto, e a crescer aos poucos, sem sair do seu trabalho atual.
9) Se tiver condições de economizar e paciência pra esperar, pode ir guardando dinheiro todo mês até que tenha condições de viver algum tempo sem nenhuma fonte de renda. Um tempo seguro para viver sem uma fonte de renda, quando queremos empreender, geralmente são dois anos. Nesse caso, jamais deixe seu dinheiro na poupança, procure renda fixa ou tesouro direto, que garantem uma rentabilidade muito maior a um risco quase zero também.
10) Mas a principal dica na minha opinião é essa: Quando eu consegui as coisas mais difíceis na minha carreira, eu simplesmente não cogitei voltar atrás. Tiveram vezes que deu tudo errado no meio do caminho, mas eu agi o tempo todo como se voltar atrás não fosse uma possibilidade, não pensei nisso, não considerei como plano B, não quis ler os momentos mais difíceis como um sinal de que eu deveria voltar atrás, não quis levar em conta o fato de que o dinheiro estava acabando, nada. Isso pode parecer maluco e até irresponsável para as pessoas mais programadas e que precisam se sentir seguras, mas agir assim me deu um senso de urgência que me fez correr atrás do que eu queria e fazer dar certo. E com o tempo fui percebendo isso na maior parte das pessoas que conseguiram coisas difíceis em suas carreiras, como se inserir em áreas mais difíceis ou mudar de área no meio do caminho. Mesmo que elas não tivessem isso assim tão claro na cabeça, elas faziam isso sem perceber.

Se nenhuma destas opções fez sentido pra você, talvez valha a pena avaliar o quanto realmente quer mudar de carreira. Às vezes quando estou diante de um problema, mesmo quando apresentada a uma grande quantidade de possibilidades de solução, simplesmente não consigo tomar uma decisão. Penso que nenhuma opção serve. Vejo muito isso nos processos de coaching também. Nessas horas me questiono o quanto eu realmente quero sair desse problema, já que ficar nele me parece mais fácil do que qualquer uma das opções.

Lembra do diálogo em Alice no País das Maravilhas, “quando a gente não sabe para aonde vai, qualquer caminho serve”? Ele se aplica ao contrário também, ou seja, quando qualquer ou nenhum caminho serve, é porque a gente não sabe para onde vai.